Skip to content

É possível que meu animal de estimação seja infectado com COVID-19 e possa me infectar?

Com relação ao risco de contágio de animais de estimação, o vírus foi detectado em dois cães, que apresentaram sintomas respiratórios e digestivos, e que viviam com uma pessoa doente pelo COVID-19.1

Em estudos experimentais, a infecção foi observada em gatos e furões, com replicação ativa do vírus no trato respiratório, mas também foi observada com muito menos intensidade em cães. Isso indica que poderia haver transmissão ocasional de humanos infectados para cães, gatos e furões, mas ainda não se sabe se a transmissão poderia ocorrer desses animais para humanos.2

Em conclusão, neste momento não há evidências de que animais de estimação sejam um risco para os seres humanos, nós somos um risco maior para eles.

Referencias:
  1. Institué auprès de l’Agence Fédérale pourla Sécurité de la Chaîne Alimentaire. Risque zoonotique du SARS-CoV2 (Covid-19) associé aux animaux de compagnie : infection de l’animal vers l’homme et de l’homme vers l’animal [Internet]. Bélgica; 2020 mar. Disponible en: http://www.afsca.be/comitescientifique/avis/2020/_documents/Conseilurgentprovisoire04- 2020_SciCom2020-07_Covid-19petitsanimauxdomestiques_27-03-20_001.pdf
  2. Susceptibility of ferrets, cats, dogs, and different domestic animals to SARS-coronavirus-2 | bioRxiv [Internet]. [citado 4 de abril de 2020]. Disponible en: https://www.biorxiv.org/content/10.1101/2020.03.30.015347v1